Acontece nos Fóruns

Acordo permite treinamento de agentes de segurança penitenciários no interior do estado

Treinamento é condição para que os agentes efetivos possam portar arma de fogo

Imagem ilustrativa

O Governo de Minas Gerais, por intermédio da Secretaria de Estado de Administração Prisional (Seap), dá mais um passo importante para a valorização dos servidores, qualificando os agentes de segurança penitenciários com o Treinamento com Arma de Fogo.

O TCAF é condição para que os agentes efetivos possam portar arma de fogo e desempenhar suas funções com a eficácia que caracteriza o sistema prisional mineiro. Na capital e na Região Metropolitana de Belo Horizonte o treinamento vem ocorrendo regularmente na Academia do Sistema Prisional.

Para que o TCAF alcance todos os agentes de segurança penitenciários, foi assinado nesta quarta-feira (24/5), no gabinete do Comandante-Geral da Polícia Militar, um Acordo de Cooperação Técnica para que o curso seja realizado em Unidades da PMMG.

A Polícia Militar vai disponibilizar policiais para atuarem como professores de armamento e tiro, salas de aulas e estandes de tiro. A Seap vai viabilizar todo o material necessário à execução do TCAF e convocará os agentes de segurança penitenciários de acordo com a RISP e seguindo um cronograma de atividades coordenado pela Academia do Sistema Prisional.

Para o secretário de Estado de Administração Prisional, Desembargador Francisco Kupidlowski, “todo o esforço da Seap nas tratativas com a PMMG será recompensado com a presença de homens e mulheres ainda mais preparados para o cumprimento de tão nobre missão, que se traduz em dar efetividade às decisões judiciais no acautelamento de pessoas tendo, como meta, a segurança e a humanização nas unidades prisionais”.

O secretário destaca ainda que “para se chegar a este momento, a equipe da Seap, orientada pelo chefe de gabinete e pelos incansáveis integrantes da Academia do Sistema Prisional, empenhou-se com afinco e, agora, é hora de colocar em prática todo o planejamento”.

Para o comandante-geral da Polícia Militar, coronel PM Helbert Figueiró de Lourdes, “o Acordo de Cooperação Técnica fortalece ainda mais as relações institucionais entre a PMMG e a Seap. A Polícia Militar jamais deixaria de atender a uma demanda tão importante para o sistema prisional, para o Estado de Minas Gerais e - principalmente - para os agentes de segurança penitenciários. É uma necessidade que diz respeito ao Poder Executivo Estadual e, como instituição de Estado, a PMMG caminhará com a Seap. Nossos professores de armamento e tiro estão prontos para contribuir na qualificação dos agentes de segurança penitenciários. E nossos quartéis estarão sempre de portas abertas para a Secretaria de Administração Prisional.”.

Na ocasião, o coronel Helbert fez questão de destacar o esforço do chefe de gabinete da Seap. “Os contatos do major Edmar junto à Polícia Militar deram agilidade à tramitação do Acordo de Cooperação Técnica, culminando com as assinaturas hoje”, comenta o comandante-geral.

Fonte: Agência Minas