Acontece nos Fóruns

Fórum Regional de Governo reúne representantes de 30 municípios do Território Triângulo Norte

Durante o evento, o governador Fernando Pimentel reafirmou o compromisso de levar o governo para perto da população

Imagem ilustrativa

O governador Fernando Pimentel abriu nesta quinta-feira (4/5) em Ituiutaba, Território Triângulo Norte, a nova fase dos Fóruns Regionais de Governo – Por todo o Estado, com todos os mineiros, reforçando a política de regionalização implantada pela nova gestão estadual e reunindo representantes dos 30 municípios que integram o território. O gabinete do governador foi transferido para o município durante o evento, que contou com a participação e prestação de serviços de diversas secretarias do Estado.

“Nós estamos aqui fazendo aquilo que nos propusemos a fazer desde o primeiro dia: ouvindo as pessoas, ouvindo o mineiro e a mineira através das suas lideranças políticas e empresariais, estudantes, trabalhadores, religiosos, enfim, os vereadores, os prefeitos, todos aqueles que compõem a sociedade em Minas Gerais. O governo tem de estar próximo das pessoas. Tem de estar ao alcance da mão. É por isso que eu faço questão de vir pessoalmente e trazer os secretários comigo para que vocês vejam que não é uma coisa apenas simbólica, é efetivo”, afirmou o governador.

Pimentel destacou que essa sempre foi a missão da nova gestão estadual: ouvir para governar. Segundo ele, os fóruns são as principais ferramentas de construção de políticas públicas. “É um modelo de governo que se propõe a estar aberto, estar próximo, ouvir as pessoas e governar, fazendo aquilo que as pessoas querem que a gente faça”, afrimou.

O governador explicou a nova fase dos fóruns. “Nós começamos em 2015, fizemos a primeira rodada, que foi até o início do ano passado. 2016 foi o ano das entregas, de fazer cumprir os compromissos que os fóruns escolheram nas suas reuniões e, agora, estamos fazendo a segunda rodada, que é uma prestação de contas, mas, também, o recolhimento de novas reivindicações e propostas”, disse.

Estão programados eventos para cada um dos 17 Territórios de Desenvolvimento, envolvendo todos os órgãos do Governo, que vão apresentar e disponibilizar serviços aos gestores públicos e à população, além de mostrar ações e resultados. Participam também do encontro secretários de Estado, que têm agendas paralelas às dos Fóruns Regionais, com os colegiados executivos, parlamentares, prefeitos e vereadores, e representantes de mais de 40 órgãos estaduais.

Participação popular

O secretário extraordinário de Desenvolvimento Integrado e Fóruns Regionais, Wadson Ribeiro, valorizou a importância da volta do governo às regiões e apresentar os resultados que, efetivamente, melhoraram a vida da população.

“Estamos dando sequência a algo que, para o Governo de Minas Gerais, é muito caro e importante, que é escutar as pessoas a partir desse debate franco a aberto, desse diálogo, desse planejamento e de todas as ações do governo, sistematizadas e colocadas como prioridade. Poder voltar a cada território, dialogando com a sociedade sobre as principais entregas, as principais realizações, fortalece esse mecanismo democrático de construção de políticas públicas, de construção de um Estado mais desenvolvido, com participação decisiva da sociedade mineira”, afirmou.

Para o estudante Murilo Henrique Ferreira Oliveira, que falou representando a sociedade civil, a iniciativa do governo estadual é um importante instrumento democrático, que atende todas as classes da sociedade. “Pessoas que nunca foram ouvidas em nossa sociedade, hoje foram convidadas para um diálogo com o governador. Isso nos dá a segurança de que nós seremos ouvidos. Não há certeza de que tudo será realizado, mas de que existe alguém que nos ouve e que trabalha pela nossa juventude, pelas mulheres, pelas prefeituras e pelas nossas cidades”, disse.

Para o prefeito de Ituiutaba, Fued José Dib, o fórum marca uma nova etapa de sinergia entre o governo e os municípios do Triângulo Mineiro. “Nós estamos iniciando essa caminhada junto ao Governo de Minas Gerais. O governador, com a visão de mundo que tem, compreende que o Triângulo tem mais a oferecer do que ofereceu até agora”, reforçou.

Já deputado estadual Leonídio Bolças, que representou os parlamentares presentes, destacou o trabalho do governo para superar as dificuldades financeiras. “Estamos enfrentando a crise em Minas Gerais com muito trabalho. O governo está sendo presente em todos os municípios. É ouvir para governar, agir de acordo com o povo”, ressaltou.

Participaram do evento diversos secretários de Estado, deputados federais e estaduais, prefeitos, vereadores, integrantes de autarquias, representantes da sociedade civil e lideranças políticas e comunitárias.

Programação extensa

Foram montados estandes onde as instituições, fundações, empresas públicas e secretarias disponibilizaram serviços aos prefeitos, vereadores, cidadãos e a segmentos diversos, como produtores rurais e micro e pequenos empreendedores. Da programação constaram ainda relatos das entregas já realizadas pelo Estado, a exposição dos projetos e as políticas públicas em andamento, além da oferta de alguns serviços, como emissão de carteira de identidade, regularização de débitos junto à Cemig e Copasa, entre outros.

Também foram realizadas palestras e workshops para a comunidade em geral, agricultores, movimentos sociais e gestores públicos. A programação incluiu ainda a feira dos empreendedores da economia popular solidária e da agricultura familiar, além de atividades culturais.

Entregas

Entre outras ações importantes que melhoram a vida dos mineiros e das mineiras dos municípios do Território Triângulo Norte, e atendendo demandas surgidas nas reuniões dos Fóruns Regionais de Governo nos dois primeiros anos da atual administração, foram concluídas 83 obras em 53 escolas de 15 municípios da região. Até o mês passado, os municípios receberam 64 ônibus para transporte escolar de estudantes das redes estadual e municipais de ensino. São 201 escolas com acesso à internet e 24 que receberam kit informática. Foram repassados às unidades de ensino R$ 22,6 milhões. Para a alimentação escolar foram R$ 7,27 milhões e, para manutenção do transporte escolar, outros R$ 9,57 milhões.

Para a ampliação do atendimento à saúde, foram entregues 37 ambulâncias e 33 veículos para uso diverso. Já para a melhoria dos serviços de segurança pública, foram destinadas 120 viaturas para a Polícia Militar, 16 para o Corpo de Bombeiros Militar e quatro para a Polícia Civil.

Na área de infraestrutura, foram feitas 1.484 ligações elétricas rurais, além de investimentos da ordem R$ 147,5 milhões, na melhoria e expansão da rede de distribuição de eletricidade. Foram realizadas obras de reforma e melhoria do Aeroporto de Patrocínio, no trecho da rodovia que liga Serra do Salitre a Rio Paranaíba e no contorno dessa cidade, além de intervenções no trecho rodoviário de Iraí de Minas a Romaria.

Para o incremento da atividade econômica do Território Triângulo Norte, o Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) destinou recursos da ordem de R$ 415 milhões para empresas de diversos portes e produtores rurais, beneficiando a indústria de transformação, agricultura, pecuária, silvicultura, comércio e serviços, entre outros.

Clique aqui para ver o balanço completo das entregas no Território Triângulo Norte.

Fazendo história

Os Fóruns Regionais de Governo foram criados há quase dois anos por meio de decreto do governador Fernando Pimentel. A iniciativa, inédita em Minas Gerais, é um dos pilares da atual administração estadual e tem o objetivo de incluir a população no processo de planejamento das ações governamentais, monitoramento e avaliação de políticas públicas de forma regionalizada.

A divisão territorial do Estado proporcionou, nesse período, a realização de mais de 1.400 reuniões em mais de 600 municípios, com a participação de milhares de pessoas.

Os primeiros encontros serviram para fazer um diagnóstico dos territórios a partir de levantamento dos problemas e necessidades apontados pela sociedade civil, prefeitos, vereadores e representantes de órgãos do Governo Federal com atuação regional.

As informações coletadas junto à população serviram para orientar a elaboração de documentos estratégicos do Estado: o Plano Plurianual de Ação Governamental (PPAG), que reúne os projetos e atividades que o executivo pretende implantar em quatro anos; o Plano Mineiro de Desenvolvimento Integrado (PMDI), que detalha o planejamento estadual até 2027; e a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO).

Fonte: Agência Minas