Acontece nos Fóruns

Território Noroeste conhece diagnóstico e ações levantadas a partir dos Fóruns Regionais

Realidade orçamentária e financeira do estado e demandas regionais entraram na pauta da etapa devolutiva

Imagem ilustrativa

O município de Vazante recebeu, nesta sexta-feira (11/12), a etapa devolutiva do Fórum Regional do Território Noroeste. Na ocasião, foi instalado o Colegiado Executivo do Território e apresentados quais os problemas e necessidades da região que foram incluídos no Plano Plurianual de Ação Governamental (PPAG). Também foi exposta a realidade orçamentária e financeira do Estado e estabelecidos Grupos de Trabalho que, daqui para frente, irão aprofundar em discussões específicas. O Território Noroeste foi o quarto a receber a etapa devolutiva dos Fóruns Regionais.

O coordenador geral dos Fóruns Regionais de Governo, Fernando Tadeu David, destaca que o processo tem sido bastante rico quanto ao nível dos debates. “Os Fóruns têm efetivamente encurtado a distância entre a sociedade e o governo. A instalação dos Colegiados Executivos nos territórios tem entre seus principais objetivos o de ajudar nesse processo de aproximação e contribuir com a democratização da gestão pública”, relatou.

Dos 30 municípios que compõem o Território Noroeste, 29 participaram das rodadas anteriores dos Fóruns Regionais, com o total de 2.099 participantes. Foram levantadas 806 propostas no Território.

Nas rodadas anteriores, em que foram instalados os fóruns e levantadas informações para o diagnóstico territorial, mais de 25 mil pessoas participaram ativamente das discussões em todo o estado e mais de 12 mil necessidades e problemas foram levantados.


Ações de Custeio e Gestão

As demandas levantadas pela população nas rodadas anteriores foram classificadas como Custeio, Investimento, Gestão e Pessoal. Nesta primeira fase de devolutivas, estão sendo apresentadas ações de Custeio e Gestão, cuja execução pode ser feita no curto prazo.

As principais ações, das categorias Custeio e Gestão, encaminhadas a partir do diagnóstico e do debate junto ao recém instalado Colegiado Executivo do Território Noroeste passaram pelo eixo de Segurança Pública, Saúde, Educação, Assistência Social e Trabalho.

Fonte: Agência Minas